Diagramas Estruturais da UML: Diagramas de Componentes

O Diagrama de Componentes apresenta uma visão estática de como o sistema será implementado e quais os componentes utilizados. Através deste diagrama, são identificados os arquivos que irão compor o software em termos de módulos, bibliotecas, formulários, etc., além de identificar os relacionamentos destes. Além de modelar os componentes, este diagrama destaca a função de cada componente, facilitando a sua reutilização em outros sistemas.

É utilizado para:

  • Modelar os dados do código fonte, do código executável do software.
  • Destacar a função de cada módulo para facilitar a sua reutilização.
  • Auxiliar no processo de engenharia reversa, por meio da organização dos módulos do sistema e seus relacionamentos.

Componente

Um componente é um nome genérico dado à menor parte a ser considerada na modelagem do sistema (uma classe, uma função, uma parte de um hardware, etc.). Os símbolos de componentes podem ser:

Um componente pode apresentar um estereótipo, i.e., uma definição do que este componente é. Os principais estereótipos são:

  • Arquivo: determina que o componente é um arquivo de dados do sistema. Por exemplo um arquivo texto manipulado por um programa.
  • Biblioteca: determina que o componente é uma biblioteca de código por exemplo um componente pode ser a biblioteca stdio.h da linguagem C.
  • Documento: determina que o componente é um documento de sistema (por exemplo arquivo de ajuda, documentação, etc.)
  • Executável: determina que o componente é um arquivo executável (por exemplo parte de aplicação, módulos compilador, etc.)
  • Tabela: determina que o componente é uma tabela de um banco de dados.

Interface fornecida

Designa uma interface que o próprio componente possui e oferece para outros componentes. Isto significa que o componente só pode ser acessado pela interface fornecida.

Esta interface possui a forma de um pirulito:

Interface requerida

Designa uma interface necessária para que o componente se comunique com outros componentes. Esta interface será conectada, então, em uma interface fornecida de outro sistema.

Classes e componentes internos

Um componente pode possuir classes e componentes internos.  Chamamos de visão caixa preta quando um ou mais componentes não apresentam seus elementos internos, enquanto caixa branca é o nome dado quando os componentes apresentam seus elementos internos.

Portas

Porta são elementos que permitem que elementos internos possam se comunicar com elementos externos do componente.

REVISTABW. UML: Diagrama de Componentes. Revista Brasileira de Web: Tecnologia. Disponível em http://www.revistabw.com.br/revistabw/uml-diagrama-de-componentes/. Criado em: 26/12/2013. Última atualização: 24/07/2015. Visitado em: 27/04/2017

 

Paulo Ricco Sirtoli

Sem comentários

Deixe uma resposta