As caracterísitcas físicas e comportamentais dos seres humanos, forma mais segura de autenticação, é cada vez mais utilizada nos dias atuais.

O leitor biométrico é utilizado para identificar indivíduos com a coleta de informações físicas, após a coleta estas informações são armazenadas eletrônicamente para serem comparadas à outros registros.

Existem vários formas de leituras biométricas, cada uma captura diferentes comportamentos ou características dos indivíduos. Conforme a escolha do tipo de leitor e de sua aplicabilidade será atenuada suas vantagens e desvantagens. A seguir serão citadas caracterísitcas de alguns tipos de leitores biométricos.

  • Digitação

A identificação do indivíduo pela digitação é um dos únicos métodos não intrusivos ao usuário, é realizada a identificação pelo seu ritmo de digitação, sendo coletadas informações acerca do tempo de pressionamento de uma ou mais teclas e também da velocidade de digitação.

  • Geometria da Mão

Esta leitura biométrica mede o tamanho da mão, o comprimento dos dedos e articulações envolvidas. Na leitura, é obtida uma imagem da mão e comparada com a análise cadastrada. Como é uma biometria muito posicional, nem sempre é obtido um valor exato a cada leitura, tornando insegura sua confiabilidade na existência de muitos registros, anéis também podem atrapalhar a leitura. Sua vantagem é o rápido processamento.

  • Identificação pela Voz

O reconhecimento automático de uma pessoa por este método se deve às características fisiológicas e comportamentais da voz. O cadastramento das informações da voz é um processo bastante demorado. Durante a fala ocorre uma coleta e processamento dos sinais, e então são utilizados algoritmos para extração dos parâmetros do sinal vocal, qualquer ruído pode atrapalhar a coleta das informações.

  • Impressão Digital

As Impressões Digitais são formadas por dobras da pele, é um técnica bastante antiga, além de ser um método barato para coleta de dados de um indivíduo, ele também é bastante seguro. A impressão se mantém igual desde o nascimento, garantindo a unicidade e evitando falsos positivos, outra grande vantagem deste método é que não existem dois indivíduos com impressões idênticas.

  • Reconhecimento Facial

No reconhecimento facial é coletada uma imagem tridimensional, assim como na técnica de geometria da mão. Após a coleta, são analisadas métricas de componentes e regiões da fase pela imagem obtida, tomando como base pontos de referência.

Como existem muitos pontos de referências para a análise facial e o posicionamento da fase na coleta da imagem variar de coleta em coleta, quando a comparação com um banco de dados grande é realizada, existe uma boa chance de identificar outro indivíduo. A confiabilidade na detecção dos rostos está muito relacionada com o algoritmo e tratamento do sistema, assim como a lentidão na comparação entre os registros existentes.

  • Identificação pela Íris

A íris é a membrana localizada ao redor da pupila, entre a córnea e o cristalino. São coletadas informações desta membrana através da utilização de infravermelho, gerando uma imagem. Apesar de ser um método caro, é muito seguro, apresentando especificidade únicas, garantindo segurança e unicidade e baixíssima mutabilidade.

  • Identificação pela Retina

Com a utilização de um infravermelho é realizada uma coleta de informações acerca dos vasos sanguíneos que compõe o olho. É um método extremamente confiável, pois suas taxas de erros e falsos positivos são muito baixas. Uma grande vantagem em comparação da impressão digital é o fato de ainda não existir falsificação, porém sua leitura é muito incômoda.

  • Identificação pelo Padrão de Veias

Neste tipo de leitor, é realizada leitura por infravermelho para identificar o padrão de veias iluminadas. O padrão vascular é único e noção sofre mutação.

  • Tabela Comparativa

Nome

Observações

Digital

Não intrusivo, baixíssimo custo, baixa confiabilidade

Geometria da Mão

Baixa confiabilidade, alto desempenho no processamento

Identificação pela Voz

Baixíssima confiabilidade, baixo desempenho no processamento,
baixo custo

Identificação pelo Padrão de Veias

Confiável, baixa suscetibilidade a interferências, baixa
mutabilidade, custo elevado, alto desempenho no processamento

Impressão Digital

Baixíssima mutabilidade, alto desempenho no processamento,
confiável, baixo custo

Reconhecimento da Íris

Imutabilidade, alta confiabilidade, método caro

Reconhecimento Facial

Média confiabilidade, e baixo desempenho no processamento

Retina

Imutabilidade, alta confiabilidade, método caro

  •  Qual tipo de leitor biométrico devo utilizar?

Na implementação de um leitor biométrico deve ser levado em consideração qual o risco de uma falsa identificação, órgãos governamentais e empresas de grande porte em geral devem investir em uma tecnologia de alta confiabilidade, que forneça a segurança necessária para não ocorrer fraudes. Já empresas de médio e pequeno porte em que o faturamento e o risco podem ser menores, optar por métodos que possuam boa confiabilidade e custo reduzido podem ser mais indicados, como leitores que coletam a digital ou a geometria da mão podem ser um bom custo x benefício.

 

Autor: Rafael Stoffels
Fontes
Datelka: Geometria 3D da mão.
Petry, Adriano; Zanuz, Adriano, Barone A. C. Dante. Utilização de Técnicas de Processamento Digital de Sinais para Identificação Automática de Pessoas pela Voz.
Mazi, C. Renan; Junior, D. P. Arnaldo. Identificação Biométrica Através da Impressão Digital Utilizando Redes Neurais Artificiais.
Lucas, Luís. Reconhecimento Biométrico da Íris na Regisão de Comprimentos de Onda do Infravermelho Próximo e do Visível. 
Oliveira, R. Douglas. Reconhecimento de Faces usando Redes Neurais e Biometria.
Silva Gabriel Pitágoras, Brenner Gabriel. Sistema de Controle de Acesso com Biometria Digital.