Mesmo com todos os investimentos em segurança da informação, os dados confidenciais das empresas ainda tornam-se públicos e a maior parte desses problemas ocorre por erros elementares cometidos pelos usuários.

A Segurança da Informação tornou-se uma preocupação nas grandes empresas do mundo todo. Quando falamos nesse assunto, o primeiro pensamento que salta à mente, quase certo, vai estar relacionado a algum hacker tentando invadir um sistema de computador para roubar informações sigilosas. No entanto, o que pouca gente sabe é que, na verdade, são as impressões rotineiras as grandes responsáveis pelo vazamento de informações estratégicas.

O problema acontece devido ao hiato que existe entre o processo de apertar a tecla “imprimir” e a busca do material na impressora. Às vezes, o tempo entre essas duas ações pode até não ser muito demorado, porém, é suficiente para que o material impresso seja lido, copiado ou levado por outra pessoa. Imagine, por exemplo, a impressão de uma relação de cargos e salários, novos projetos, ou até mesmo um relatório da diretoria contendo avaliações, sendo esquecido numa impressora de uso comum. Com certeza haverá algum tipo de constrangimento ou prejuízo para a empresa; sem contar a possibilidade de vazamento do projeto/informações ao concorrente.

Pensando em proporcionar um gerenciamento seguro dos impressos, algumas empresas começaram a desenvolver softwares exclusivos adotando o Sistema de Biometria. A gaúcha, Guardian, é uma delas. Com mais de uma década de experiência no mercado, ela tornou-se referência nacional na prevenção contra o vazamento de informações confidenciais impressas. Para tal, a empresa disponibiliza uma solução de impressão segura baseada em Biometria: o Biometric Safe Print. Nessa plataforma, o usuário envia as impressões de seu computador e elas ficam retidas no servidor de impressão até que o mesmo usuário coloque seu dedo em um leitor biométrico próximo a impressora para liberá-las.

O produto Safe Print atende as políticas de Segurança da Informação caracterizadas pela norma da ISO 27000, seja na preservação de confidencialidade, integridade ou disponibilidade da informação impressa. O produto é uma maneira eficaz de controlar e minimizar riscos de vazamento de informações impressas que ficam expostas ou esquecidas na impressora. A ferramenta é aplicável em qualquer departamento da empresa em que seja realizado impressões confidenciais como: RH, Financeiro, Comercial, Engenharia ou Pesquisa e Desenvolvimento.

Além da questão primordial da segurança, outras vantagens podem ser atribuídas ao programa. Entre elas, a melhora da lucratividade, uma vez que não haverá impressões esquecidas na impressora. Em outra situação, uma vez que o arquivo de impressão não seja liberado pelo usuário, o programa poderá cancelar automaticamente o trabalho; o tempo de execução para essa função pode ser programado conforme a necessidade de cada cliente. Ou seja, os benefícios do Safe Print vão além da própria Segurança da Informação.

Em tempos em que as informações, no mundo corporativo, estão a cada dia mais acessíveis e ao mesmo tempo sigilosas no mundo corporativo, o gerenciamento seguro das impressões torna-se um pré-requisito fundamental para as empresas que buscam crescimento e solidez no mercado.

Artigo publicado pela Revista Guia do Reciclador (Dez.2010/Jan. 2011.  Ed.42, pg.14)
Autor: Thiarlei  Macedo

Fonte:http://www.multiweb.com.ar/usuarios/guiadoreciclador/material/GuiaBrasil42.pdf