SPAMA segurança eletrônica é um assunto cada vez mais discutido por todos, desde especialistas até o usuário menos empolgado com a internet. Os motivos são vários, e entre eles esta o SPAM, considerado uma verdadeira praga cibernética. É sobre esta praga que este artigo trata, o que é, como se defender e alguns dos algoritmos utilizados no seu combate.

Spam é o termo usado para referir-se aos e-mail não solicitados, que geralmente são enviados para um grande número de pessoas. Os responsáveis por esse envio são chamados de spammers, que utilizam de softwares de envio de mensagem em massa, entre outras técnicas.

Para combater o spam, existe diversas técnicas e softweres disponíveis, porém o mais eficaz ou a solução ideal não existe. O que os especialistas aconselham é um conjunto de medidas que vão desde o uso adequado da internet pelo usuário, a utlização dos filtros anti-spam, anti-vírus e firewall.

O usuário tem papel importante neste processo, devendo proteger os seus pados pessoais, controlar a sua curiosidade, analisar o conteúdo dos e-mails recebidos e manter os filtros e softwares indicados atualizados.

Empresas e profissionais do setor de segurança tem se esforçado para combater o spam, uma tarefa difícil, porém necessária, pois os spam causam diversos problemas como o gasto desnecessário de tempo, aumento de custos, perda de produtividade, conteúdo ofensivo e prejuízos financeiros causados por fraude. Os algoritmos de detecção, são um importante aliado neste combate, são formas lógicas desenvolvidas com o objetivo de aperfeiçoar a detecção dos e-mail indesejados e sua eliminação.

Alguns algoritmos existentes são o seleção negativa, K-Vizinhos mais próximos (K-NN), Redes Neurais e Neuro-Fuzzy.

Como podem ver, não é apenas no “mundo real”que devemos nos preocupar com a nossa segurança, a internet também oferece riscos, dos quais devemos nos prevenir.

Autor: Marcelo Valezi