iso2Recentemente notou-se um enorme crescimento na área de desenvolvimento de softwares, pois houve um aumento nas demandas por programas que satisfaçam as necessidades dos consumidores de numerosos segmentos. Isso trouxe a necessidade de softwares que sejam de maior qualidade.
Surgiu então a norma ISO/IEC 9126, com o objetivo de avaliar a qualidade do produto de software. Esta norma é composta por vários atributos e métricas que devem ser abordados em um software para que ele seja caracterizado um “software de qualidade”.
O modelo de qualidade estabelecido pela ISO/IEC 9126 segue os seguintes itens:

  • Processo de desenvolvimento, onde a qualidade afeta a qualidade do software gerado;
  • Produto, compreendendo as características de qualidade do software gerado;
  • Qualidade em uso, onde trata a comparação da qualidade do software em cada contexto específico de usuário.

A ISO/IEC 9126 possui sua estrutura dividida em:

  • ISO/IEC 9126-1 referente ao Modelo de Qualidade;
  • ISO/IEC 9126-2 referente as Métricas Externas;
  • ISO/IEC 9126-3 referente as Métricas Internas;
  • ISO/IEC 9126-4 referente as Métricas de Qualidade em Uso.

Abaixo está a norma completa composta por suas características da qualidade de software à esquerda e no lado direito suas subcarterísticas:

tab

Muitas empresas empregam essa norma, pois ela agrega um excelente modelo a ser seguido em um projeto de desenvolvimento de software ou mesmo na qualidade do produto final, mas o que ocorre é que, muitas vezes, dificilmente elas adotam ou utilizam corretamente essa ISO. Fica a cargo do coordenador ou líder garantir o uso apropriado da norma seguindo as devidas características para que o software desenvolvido seja de qualidade e obtenha o sucesso esperado.
Autor: Rogério Carlos Sandi