Introdução

O Facebook é atualmente a maior rede social do planeta. Segundo dados divulgados pelo próprio Facebook em 2016, mensalmente a rede social recebe acessos de 1.59 bilhões de pessoas, sendo 800 milhões de pessoas somente pelo aplicativo Messenger.

Um mercado tão grande como o citado certamente deve ser explorado pelo mercado comercial, e com a expansão do uso de smartphones pela população em geral, é raro um usuário que não acesse o Facebook através da sua plataforma mobile.

Pensando nisso, o Facebook desenvolveu seu aplicativo “Messenger”, que é uma das plataformas mobiles do site para o smartphone. A plataforma, além de disponibilizar as opções padrões de comunicação entre contatos, possui APIs diversas, que possibilitam novas formas de uso, que podem ser utilizadas no cenário comercial. Essas opções expandem a possibilidade de C.R.M. (customer relationship management) para empresas quanto a seus clientes.

Pensando nisso, o Facebook desenvolveu seu aplicativo “Messenger”, que é uma das plataformas mobiles do site para o smartphone.

Baseando-se nessas APIs, e visando aumentar o nível de automatização dos processos de venda e comunicação com os clientes, é possível desenvolver bots para comunicação automatizada através do Messenger.

O aplicativo disponibiliza em seu site diversos tutoriais de desenvolvimento, contando com os códigos necessários para a operação e exemplos práticos das funcionalidades, facilitando o trabalho do desenvolvedor na hora de realizar uma integração com as APIs.

Possibilidades

É possível desenvolver uma tela de boas-vindas, de forma que quando o cliente entre em contato com a empresa seja exibido uma tela de saudação, explicando o funcionamento do bot.

Esses bots são também conhecidos como web robot ou internet bot, são aplicações de software que são desenvolvidas para simular e automatizar interações humanas, possuindo ações de inteligência artificial pré-programada. Sendo assim, a empresa que possuir interesse em utilizar essas ferramentas do Messenger, consegue realizar um atendimento automatizado a qualquer hora do dia, não necessitando muitas vezes a intervenção humana.

Após iniciada a conversa com o bot da empresa o desenvolvedor tem a possibilidade de configurar um “menu persistente”, ou seja, um menu fixo que traz ao cliente atalhos para setores pré-configurados, de forma a direcionar e facilitar a operacionalização desejada. Esse menu pode ser configurado de acordo com as especificações desejadas, possuindo o código disponível no suporte do Messenger.

Esse diálogo realizado pelo bot e pelo cliente é divido em mensagens de envio e mensagens de retorno. As mensagens enviadas pelo bot utilizam a A.P.I de envio do Messenger. Já as mensagens recebidas pelo aplicativo recebem tratamento diferenciado.

a empresa que possuir interesse em utilizar essas ferramentas do Messenger, consegue realizar um atendimento automatizado a qualquer hora do dia

As mensagens recebidas disparam eventos que são atualizados através da integração de Webhooks. Através dessa integração o aplicativo irá retornar as mensagens enviadas pelo Messenger.

O Webhooks não é responsável tão somente por receber as mensagens enviadas pelos usuários, mas sim integra todos os retornos referente as mensagens no sistema. Através dele são recebidos os retornos de confirmação de recebimento das mensagens, confirmação das leituras das mensagens enviadas, retorno dos botões selecionados e confirmações de compra.

Quanto aos envios de mensagens, é possível configurar mensagens estruturadas para o cliente, de forma que ele receba conjuntos com botões, imagens e textos, dessa forma o desenvolvedor consegue trazer de forma simples e ilustrativa a informação que desejada, cabendo ao usuário apenas selecionar o botão requerido.

A seguir, estão listados dois exemplos de mensagens estruturadas que pode ser desenvolvida através das APIs do Messenger:

opcoes-integracao

 

Também é possível realizar o envio de fotos, vídeos, áudios e arquivos em geral. Nesta mesma linha, o Messenger possui o envio de mensagens rápidas. Que são botões incluídos como uma conversa de chat, e após selecionados, os mesmos são excluídos da conversa.

Abaixo segue exemplos das conversas rápidas pelo aplicativo:

mensagem-rapidas

O Messenger ainda conta com formulários padrões de finalização de venda, realizando cupons de finalização de compra, contando com preços dos itens, endereço de entrega, e dados cadastrais da compra. Os valores dos itens podem ainda sofrer alterações de preço automaticamente devido à localização do cliente (função está que ainda está em fase beta):

finalizando-compra

O sistema conta ainda com integração com ferramentas como o Paypal/Stripe e pagamentos através de tolkens, agilizando ainda mais o processo de venda.

Conclusão

Por fim, é factível dizer que uma plataforma de venda mobile através das redes sociais tem um potencial imenso, apesar de ser subutilizado atualmente. Porém, vendo as ferramentas de comunicação, e as possibilidades oferecidas por APIs como no caso do Messenger, é possível supor que esse enorme mercado oferece todas as condições de ser explorado pelo cenário comercial. 

Autor: Gabriel Hofman

Referências

Fonte: https://developers.facebook.com/docs/messenger-platform/product-overview/conversation#receive_messages

Fonte: https://developers.facebook.com/

Fonte: http://www.guiase.com.br/numeros-do-facebook-e-whatsapp-surpreendem-no-brasil-e-no-mundo/