dpNo artigo irei mostrar as principais funções do Design Patterns (padrões de projeto) qual é objetivo da ferramenta e o que ela significa para a empresa.
Padrões de projetos  são soluções para problemas que alguém um dia teve e resolveu aplicando um modelo que foi documentado e que você pode adaptar integralmente ou de acordo com necessidade de sua solução. Vou abordar neste artigo o padrão de modelo MVC que tem por objetivo básico separar a lógica de negócio da apresentação.
Os requisitos de vários sistemas terminam por revelar uma certa semelhança nas suas estruturas e, historicamente, surgiu a necessidade de apresentar soluções elegantes e eficientes que fossem reutilizáveis em todos esses casos. Elas deveriam ser genéricas o suficiente para não descrever apenas um pequeno conjunto de casos mas também específicas o suficiente para resolver a contento aquilo a que se propunha. Surgiram assim os Padrões de Projeto,
Consideramos que a idéia original de Design Patterns surgiu com Christopher Alexander em 1978 quando ele propôs a criação de catálogos de padrões para arquitetura. Com a ideia e evitar retrabalho foi criada essa ferramenta para ganharmos qualidade e tempo.

Principais propriedades dos padrões de projetos

Padrões para arquitetura de software são soluções de eficiência já comprovadas e amplamente utilizadas para a resolução de problemas comuns em projeto de software, com elas podemos dizer que a principais funções são:

  • Capturam o conhecimento e a experiência dos especialistas.
  • Especificam abstrações que estão acima do nível de classes ou objetos isolados ou de componentes.
  • Definem um vocabulário comum para a discussão de problemas e soluções de projeto.
  • Facilitam a documentação e manutenção.
  • Auxiliam o projeto de uma arquitetura com determinadas propriedades.
  • Auxiliam o projeto de arquiteturas mais complexas.

Os principais benefícios para que a utilização dos padrões de projeto:

  • Fornecem soluções que já foram testadas e aprovadas.
  • Tornam o sistema mais fácil de entender e manter.
  • Facilitam o desenvolvimento de módulos coesos.
  • A comunicação entre os participantes do projeto fica mais eficiente.

Os componentes de um padrão de projeto são:

  • Nome – descreve a essência do padrão
  • Objetivo – descreve como o padrão atua.
  • Problema – descreve o problema
  • Solução – descreve a solução
  • Consequências – descreve os benefícios da utilização do padrão.

Concluindo, podemos dizer que utilizar padrões de projeto evita retrabalho, mas não necessariamente isso fara que todos os erros que aquele projeto como padrão irá resolver, muitas vezes você modifica um erro mas acaba criando outro. Para você ter um projeto como padrão é preciso ter um sistema que deve conter uma boa qualidade de resultados para abranger esse projeto como um padrão, acaba-se ganhando tempo e qualidade nos serviços..

 

Autor: Luciano Salvador.