Capturando a funcionalidade comum a várias aplicações.

A escolha de um framework ou plataforma depende muito de suas habilidades e de seus objetivos com a aplicação.O desenvolvimento multiplataforma tem ganhado muitos adeptos ao longo dos anos. Com isso, o mercado também se expandiu consideravelmente. Logo, novas ferramentas cross-platform foram surgindo no mundo do desenvolvimento mobile.

Ferramentas multiplataforma

Diante desse cenário mencionado anteriormente, pode-se optar pela abordagem cross-platform, é essencial estar por dentro das principais ferramentas existentes no setor. Pensando nisso, algumas das ferramentas mais conhecidas.

 

1 – FireMonkey

O FireMonkey é um software desenvolvido pela Embarcadero. Com a ferramenta é possível desenvolver para iOS, Android, Windows Phone e Mac OS. Trata-se de uma ferramenta focada em desenvolver aplicativos visualmente ricos. Portanto, o software possui um ótimo recurso para visualizar a aparência de cada nova adição de código.

2 – Xamarin

O Xamarin foi criado pela Xamarin Studio em 2013 e que foi adquirida pela Microsoft. É uma IDE que permite o desenvolvimento de apps utilizando a linguagem C# e gerando apps nativos para diversas plataformas. Além disso, a ferramenta possui integração com o Microsoft Visual Studio, o que permite que usuários acostumados com essa IDE não precisem migrar de ambiente. É uma ferramenta especialmente atrativa para desenvolvedores C#, desponta como uma das principais escolhas multiplataforma.

3 – Motorola Rhomobile

Ferramenta desenvolvida em Ruby. Trata-se de uma IDE que suporta desenvolvimento para um número considerável de plataformas, como:

  • Windows Mobile;
  • Symbian;
  • Android;
  • iOS;
  • E entre outros.

É baseado no Rhodes, um framework open source para desenvolvimento cross-platform.

4 – PhoneGap

Trata-se de um framework para desenvolvimento de apps mobile. O software utiliza-se da tecnologia Apache Cordova para acessar funções comuns nos smartphones (geolocalização, gps, câmera e por ai vai…). Com o PhoneGap, é possível desenvolver para:

  • Android;
  • Symbian;
  • Palm;
  • Blackberry;
  • iPhone;
  • E entre outros.

Os cursos e a documentação do PhoneGap são diferenciais interessante em relação aos seus competidores.

5 – Adobe Air

Desenvolvido pela renomada Adobe, o Adobe Air utiliza extensões AIR (Adobe Integrated Runtime) para poder acessar recursos específicos nativos dos sistemas operacionais. Pode ser usado para as principais plataformas do mercado. É uma ferramenta que fornece um bom nível de experiência de usuário, quando comparado com outros concorrentes.

6 – Appcelerator

Criado pela empresa Axway, o Appcelerator é desenvolvido em Java Script. Segundo a empresa, quase um milhão de desenvolvedores em todo o mundo utilizam a plataforma. É uma opção avançada de desenvolvimento multiplataforma.

7 –  Ionic

Focado em performance, design e otimizações, essa ferramenta visa ao máximo se aproximar das aplicações nativas. Entre as tecnologias utilizadas no Ionic, encontramos o AngularJS, TypeScript, HTML5 e o JavaScript.

8 – React Native

Projeto do Facebook que permite criar apps multi-plataforma usando apenas JavaScript e a já conhecida e popular framework de front-end ReactJS.

9 – Unity

Unity, também conhecido como Unity 3D, é um motor de jogo 3D proprietário e uma IDE criado pela Unity Technologies. Unity é uma ferramenta bem visual para desenvolvimento de jogos e suporta diversas plataformas, hoje permitindo desenvolvimento para as principais plataformas de jogos do mercado, incluindo Android e iOS.

O Unity possui duas versões principais: a Unity Pro, paga, e a versão gratuita, simplesmente chamada Unity, que pode ser usada tanto para fins educacionais, quanto para fins comerciais. O Unity na grande maioria das vezes é usado na criação jogos de browser, (Jogos que rodam em navegador de internet), mas o motor é capaz de criar grandes jogos.

Como existem diversas ferramentas e as empresas e programadores usam muitas versões diferentes. No desenvolvimento multiplataforma, é extremamente importante conhecer os principais sistemas operacionais e seus aspectos relativos à experiência de usuário. Assim, ao utilizar uma ferramenta multiplataforma ou outra, você vai ter mais facilidade em aprender os pontos específicos de como usá-la com eficiência em seus projetos mobile.

Depende muito das necessidades como programador ou dos requisitos da empresa. Para uma empresa, ter times especializados em sistemas operacionais diferentes pode ser muito caro. Entretanto, isso irá proporcionar uma melhor especialização e experiência de usuário (UX) para os aplicativos. Por outro lado, equipes que trabalham com ferramentas cross-platform podem ser mais enxutas e, mesmo assim, criar “apps multiplataforma” em muito menos tempo.

 

Autor: Gerson luis da Silva Giasson

Fontes de Referencias do original em :

http://www.luiztools.com.br/post/conheca-os-frameworks-de-desenvolvimento-mobile/#9

Desenvolvimento mobile multiplataforma ou nativo, qual é melhor?